sexta-feira, 29 de julho de 2016

As Bruxas da Polônia

By Natt Naville - junho 18, 2015

(artigo de Natt Naville na íntegra, extraído do site http://misturaurbana.com/2015/06/serie-fotografica-registra-bruxas-modernas-e-os-curandeiros-da-polonia/)


Bruxas, curandeiros, o que você pensa sobre eles? Acredita ou não? Eles existem e a fotógrafo Katarzyna Majak, que foi criada na Polônia, um país predominantemente católico, tinha uma visão um pouco ainda dos contos de fadas e filmes; como pessoas de chapéu preto, vassouras e outros objetos. Mas, depois que embarcou em um missão, mudou seu pensamento. Ela foi registrar para a série, mulheres poderosas espiritualmente, sejam elas bruxas, curandeiras, ou qualquer outra denominação.

Majak se inspirou para começar a sua jornada depois de crescer frustrada com a cultura mono-religiosa que ela foi criada. “Eu tinha percebido que havia algo errado aí”, Majak explicou ao The Huffington Post. “Eu senti intuitivamente o que o mainstream oferece às mulheres por não satisfazer a sua busca mais profunda.” A fotógrafo foi documentar essas mulheres corajosas que se afastam do arquétipo tradicional da “mãe polonesa,” aquela que cuida de sua família à custa de sua própria liberdade e crescimento.



“Quando comecei a trabalhar no projeto eu senti algum tipo de atração ou ‘vocação’, para se aprofundar e ficar aberta”, explicou ela. “Esta deve ter sido a bruxa me chamando, e eu segui o meu instinto.”
Sua série “Mulheres de Poder”, apresenta fotografias e entrevistas de libertação feminina em suas muitas formas encantadoras. A partir de líderes espirituais de curandeiros e ervas, outros assuntos de Majak rejeitam normas para as mulheres na Polónia, que escolhem em vez de forjar caminhos próprios.



“Eu mostro as mulheres que vivem exemplos de empoderamento, mulheres que vivem suas próprias vidas e seguem seus próprios caminhos, e são corajosas o suficiente para mostrar seus rostos, com a esperança de que isso irá capacitar outras pessoas Estas são as mulheres que sabem quem elas são:. Elas são suas próprias rainhas. ”
A primeira heroína do projeto de Majak é uma mulher chamada Tanna, que ajudou a elaborar um “ritual de despedida” para um vestido de noiva que sobrou de um casamento que nunca aconteceu. Tanna, então, introduzido Majak para seu próximo pretendente, que, em seguida, apresentou-a a outro, levando-a em um caminho abundante de possibilidades espirituais. Incorporando também as mulheres ela descobriu através de pesquisa independente, o projeto de Majak acabou incluindo 29 retratos de mulheres habilitadas verdadeiramente, uma para cada um dos dias do calendário lunar.
A maioria dos retratos de Majak são capturados contra um pano de fundo cinza padrão, permitindo elementos coloridos das mulheres e implementos rituais para se destacar. Através das imagens, Majak espera expressar sua concepção de uma bruxa – não uma mulher que acredita em poderes mágicos, por si só, mas uma mulher que acredita em si mesma. “Eu falo sobre o arquétipo da bruxa presentes em todas as mulheres, basta apenas se abrir para ele. A bruxa é uma mulher que sabe, confia em sua intuição, está ligada à natureza, ao nascimento-morte-renascimento, e preza a sua força. Espero poder ajudar as mulheres a se reconectarem com suas linhas femininas, outras mulheres, para ser ousadas. Para crescer”.




Mais sobre esse incrível projeto em www.womenofpower.pl e www.kobietymocy.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário